Monday, December 5, 2011

Dicas práticas de como o paciente gostaria de ser tratado


VOCÊ GOSTARIA DE AJUDAR ALGUÉM QUE ESTÁ ENFRENTANDO UMA DOENÇA SÉRIA, MAS NÃO SABE COMO? ALGUMAS DICAS PRÁTICAS DE COMO O PACIENTE GOSTARIA DE SER TRATADO...

                                               Saint Antony´s Hospital
                                         (Adaptação de M L McAdams)

  • Não me evite. Continue sendo o amigo, a vizinha, o colega de trabalho ou o amante que sempre foi para mim.

  • Você pode me tocar. Um simples aperto de mão ou uma batidinha nos meus ombros demonstra que você continua me querendo bem.

  • Telefone para dizer-me que está trazendo um prato da minha comida favorita e a que horas você está chegando. Traga-o numa vasilha descartável para que eu não tenha que me preocupar com devolução.

  • Na medida do possível, ajude-me a continuar independente no cuidado das minhas necessidades pessoais.

  • Você não precisa concordar comigo o tempo todo só porque estou doente. A única coisa que espero é que continue a respeitar as minhas idéias.

  • Cuide de meus filhos por algumas horas. Às vezes preciso estar só para descansar melhor. Meus filhos podem também estar precisando se distrair um pouco da minha enfermidade.

  • Você poderia ajudar-me levando o meu filho ao dentista ou a algum evento na escola? Poderia passar pela farmácia e apanhar um remédio para mim? Sem dúvida, lhe reembolsarei.

  • Não se sinta constrangido de compartilhar emoções comigo. Chore comigo quando eu chorar e ria quando eu rir. É na partilha dos sentimentos que juntos reverenciamos a humanidade que nos une.

  • Leve-me para dar um passeio, mas por favor respeite minhas limitações.

  • Pergunte-me se estou precisando de alguém que faça alguma compra para mim. As minhas despesas serão pagas, a bondade do seu favor jamais.

  • Por favor, telefone antes de me visitar, mas não se sinta acabrunhado por querer ver-me. Às vezes sinto-me só e preciso de alguém ao meu lado para sentir-me ainda vivo e querido.
  • Permita que eu também celebre os feriados e comemorações anuais, prontificando-se a decorar o quarto do meu hospital ou da minha casa, trazendo pequenas lembranças que me façam sentir grato por continuar vivo.

  • Por favor, não se esqueça da minha família. Quem está doente sou eu, mas provavelmente meus parentes devem estar sofrendo muito também. Ofereça-se para passar uma tarde comigo a fim de que um ente querido possa sair um pouco. Convide-os para fazer algo que distraia.

  • Seja imaginativo! Traga uma mensagem inspiradora, um jornal ou uma revista  para eu ler, uma fita de música para eu ouvir, um poster bonito para mudar o visual da minha parede, uma caixa de bombom para compartilhar com o pessoal do hospital, familiares e amigos.

  • Permita que eu fale sobre a minha doença. Talvez eu precise desabafar. Para saber, pergunte: "Você está a fim de falar como está passando?" E preste atenção aos meus sinais.

  • Não se sinta na obrigação de estar conversando comigo o tempo todo. A gente pode muito bem estar juntos compartilhando a eloquência do silêncio.

  • Ajude-me a melhorar a minha aparência. Eu gosto de ouvir que apesar da doença estou aparentemente bem.

  • Por favor, inclua-me na tomada de decisões. A vida já me tirou tantas coisas... Não  me negue a chance de participar no que está acontecendo com a minha família e saúde. Ainda estou vivo!

  • Não evite conversar comigo sobre o futuro: o amanhã, a próxima semana, mês, ano. A esperança é tão importante para mim...

  • Mostre-me uma atitude positiva. Ela é contagiosa. Converse comigo sobre as novidades do momento. Conte-me o que está acontecendo no mundo. Compartilhe comigo artigos engraçados, fotos e notícias dos amigos.

  • Envie um cartão engraçado para mim.

  • Diga-me que estou no seu pensamento e orações.

  • Insista que posso contar com você. Porém, quando me prometer alguma coisa, honre a sua palavra.

  • Se souber de alguma coisa que possa ser útil para mim, diga-me, mas por favor não insista para que eu a aceite ou faça cobranças de mim.

  • Não é preciso exagerar nas suas demonstrações de carinho e dedicação para comigo. O importante é ser espontâneo, mantendo o seu apoio enquanto eu continuar precisando.


Caso os gadgets não apareçam, por favor clique aqui para acessar outros posts do blog.

No comments: