Saturday, January 20, 2007

Responsabilidade social na escola e programas para o bem estar da criança




"Eduque as crianças e não precisarás punir os homens"
Pitágoras



Solidariedade na infância é a base para uma sociedade sadia e para o incentivo ao voluntariado.
Creio que o dever da escola não é somente proporcionar conhecimento, mas também formar cidadãos responsáveis, solidários e que possam contribuir à nossa sociedade.
Isto não quer dizer que pais devam ser omissos entregando esta tarefa somente aos professores. A educação de nossos filhos depende do que é ensinado na escola e em casa, mas principalmente de nossos exemplos.
Se somos solidários e mostramos isto à criança, é bastante provável que ela também seja. Se atuamos como voluntários em alguma causa e envolvemos a criança, seja tomando conhecimento ou ativamente, provavelmente quando crescer fará o mesmo.

Segue abaixo algumas sugestões de programas solidários que podem ser trabalhados nas escolas e exemplos de programas existentes no exterior:


1 – Programas envolvendo crianças maiores com crianças menores.

No colégio de minha filha na Austrália, as crianças de 10-11 anos trabalham uma vez por semana com crianças do jardim de infância (3-4 anos).
O programa envolve noções de informática (os maiores ensinam como desenhar no computador) e outras atividades. Ex: desenhar ou pintar em conjunto (papel, cartolina).


2 – Pintura em telas com enfoque de temas voltados à comunidade

Neste programa, as crianças maiores do colégio pintam telas com assuntos voltados ao bem estar da comunidade. Ex.: Tema “paz”
As telas,após terem sido pintadas, são colocadas à exposição nas paredes de shopping centers (na parte exterior) ou em qualquer outro lugar (instituições) onde as pessoas da comunidade possam observá-las.
Em cada tela está escrito o nome do colégio que pintou.


3 – Programas beneficentes
  • Pintura ou desenho em cartões ou marcadores de livros (feitos de cartolina branca e plastificados) para serem enviados às crianças que se encontram em orfanatos ou que estão hospitalizadas. (Feito em sala de aula)

  • Pintura de um poster (cartolina grande) por crianças em sala de aula onde elas escrevem alguns dizeres para as crianças hospitalizadas. Cada criança faz um desenho e escreve algo num pedaço de papel (do tamanho de um cartão) e depois recorta o mesmo e cola seu desenho no poster que é entregue ao hospital.
  • Campanhas para arrecadação de dinheiro para crianças doentes e deficientes que são feitas pelas crianças de 12-13 anos. No Brasil creio que poderiam ser acompanhadas pelos voluntários da própria ONG. As ONGs na Austrália, vendem seus produtos às crianças através das escolas e as crianças maiores se encarregam de promover e vender os produtos. (No Brasil creio que as crianças poderiam fazer a campanha e os voluntários da ONG arrecadarem o dinheiro). Dentre os objetos vendidos estão: brochinhos, lenços para cabeça (campanha em prol de crianças com câncer – o lenço é uma forma das crianças se identificarem com as crianças que perderam seus cabelos devido ao tratamento), canetinhas, pulseiras e ursinhos pequenos.
  • Campanhas para arrecadação de alimentos, material de limpeza, roupa e material escolar para crianças carentes e para ajudar hospitais em estado precário. As campanhas devem ser organizadas por crianças de 12-13 anos.
  •  Cofrinho do amor:
 Cada sala de aula tem um cofrinho. As crianças trazem uma moeda semanalmente para caridade e as coloca no cofrinho. Quando o cofrinho já está cheio, o colégio envia o dinheiro para uma instituição beneficente e apresenta o recibo às crianças. (A viabilidade do programa irá depender da credibilidade dos alunos em seus professores e no colégio, é claro).

· Gincana Beneficente – os pontos são dados a quem arrecadar mais alimentos tais como: leite em pó e depois levados a uma entidade beneficente.


4 – Programas de solidariedade envolvendo crianças e animais.


· ONGs que trabalham com resgate de animais podem trazer animais para o colégio.
O programa pode abranger:
- Explicação sobre o dever que temos de cuidar dos animais de rua e que estão sofrendo.
- Mostrar à criança pelo menos um animal com um pequeno ferimento que necessita de nossa ajuda.
- Deixar as crianças alimentarem os animais e acariciá-los.

Em Israel por exemplo, no jardim de infância é comum criarem animais (coelhos, porquinho da índia) em gaiolas para que as crianças possam alimentá-los e também acariciá-los.
As professoras soltam os bichos por um determinado tempo (diariamente) e deixam as crianças interagirem com os mesmos.
Quem desejar levar o animalzinho para cuidar no fim de semana também pode fazê-lo.
Na Austrália, existem programas para o Jardim de Infância que envolvem animais e as crianças acompanham algum estágio do desenvolvimento dos mesmos, porém estes não permanecem por muito tempo no local.
Exs.:
a) Galinha – Os ovos (de uma granja que trabalha com este programa) são mantidos numa incubadora (fornecida por eles) e as crianças podem acompanhar o nascimento e desenvolvimento dos pintinhos por algum tempo.
Quem desejar criá-los (aqui , muitos criam galinhas) poderá levá-los para casa.
b) Larvas de borboletas (lagarta) - As crianças trazem folhas para alimentar a lagarta e acompanham seu desenvolvimento diariamente até que esta se transforme em borboleta.
c) Girinos (sapos) – São colocados em um aquário e as crianças acompanham alguns estágios de seu desenvolvimento.


5 – Visita a deficientes (físicos, auditivos e visuais).

· Visita do colégio a instituições que lidam com deficientes físicos.

O programa pode incluir:
-Explicação de um profissional sobre a vida do deficiente físico e permitir a cada criança experimentar se locomover em uma cadeira de rodas.

· Visita a uma Instituição que lida com deficiente visual

O Programa pode incluir :
- Aprendizado de Braille (noções – explicação sobre as letras)
- As crianças poderão ser tateadas pelos deficientes visuais.
- Explicação sobre como é a vida do deficiente visual.
- Leitura de uma história infantil (escrita em braille) por um deficiente visual para as crianças.
- Mostrar livrinhos infantis escritos em braille e deixar as crianças “sentirem”
com os dedos.

· Visita envolvendo deficientes auditivos

O programa pode incluir:

- Aprendizado de noções básicas da linguagem dos sinais e brincadeiras

No colégio de minha filha é feita uma campanha anual para arrecadação de dinheiro para os deficientes auditivos e nesta mesma semana ensinam noções básicas da linguagem dos sinais.


6 – Visita de idosos ao jardim de infância.


No colégio de minha filha, este programa é feito uma vez por ano.
As pessoas idosas da comunidade são convidadas para uma festinha no
jardim de infância.
Os idosos conversam com as crianças e tomam um chazinho com bolo.


7 - Visita de crianças a ONGs que atendem mães com seus filhos (população
carente) e distribuem balões para as criancinhas


8 - Visita a orfanatos
O programa pode incluir:
-Contar histórias às crianças, apresentar uma peça teatral organizada pelos alunos do colégio e brincadeiras .

Outros programas voltados ao voluntariado que podem ser organizados por pais e filhos:


· Festas beneficentes

As crianças são convidadas para uma festa onde cada uma traz algo a ser
doado (em bom estado). A festa é organizada pela própria criança (dona da festa).
No final da festa tudo que foi doado é enviado a uma instituição beneficente.


· Trabalho em conjunto – Mães e filhos

Ex: costurar sacolas de pano ou bichos (placa EVA) .
Programa onde crianças bordam bolsas de pano e bichos e enviam às crianças carentes e/ou hospitalizadas.
Os motivos deverão ser fáceis, de modo que a criança (dependendo da idade) possa trabalhar junto com a mãe. Cada um faz uma parte e no fim, enviam ao seu destino.


· Visita a uma entidade beneficente onde a criança poderia doar um dia de sua mesada em prol de uma
criança carente.




Voluntariado para adolescentes e universitários


Em geral, adolescentes no exterior trabalham como voluntários em recreação, bibliotecas públicas, asilos, SOS animais, e programas voltados ao meio ambiente.

Em Israel existe um programa do colégio onde adolescentes arrecadam dinheiro em seu prédio (fora do horário escolar) para a organização de combate ao câncer.

Existe também um programa de incentivo ao voluntariado para quem deseja receber bolsa do governo para cursar a universidade.
Quem solicita este tipo de bolsa, tem que prestar um serviço comunitário durante um ano - 4 horas por semana.
O programa oferece uma lista com várias possibilidades, dentre elas, reforço escolar para crianças.
Creio que poderíamos incluir além do reforço escolar, também ensinar a um analfabeto a ler.

Programas que visam o bem estar da criança:


1 – Visita de bombeiros aos colégios


Os bombeiros visitam os colégios ou vice-versa e trazem um carro de
bombeiro onde é apresentado todo o equipamento para as crianças.

2 – Visita da Polícia aos colégios

Programa com explicações sobre como salvar alguém (telefones de emergência, explicações sobre segurança (não dar endereço a estranhos, o que fazer quando se perder, etc...)

3 – Programa “Como se defender de cachorros”

O programa inclui :

Explicações sobre como a criança pode se defender quando um cachorro tenta atacá-la e explicações sobre características do cão. Como saber se é possível se aproximar do cachorro ou não.

Este programa exite na Austrália para crianças de 5 - 8 anos .
Para conhecer o programa é só acessar o seguinte "site" que está em inglês

4 – Programa de segurança nas ruas (bicicletas)

- sinalização
- vídeo sobre segurança

As crianças andam de bicicleta e em carros de plástico (jardim de infância) e aprendem sobre sinalização.
Este programa existe na Austrália.


5 – Programas voltados ao meio ambiente

 “Dia da limpeza” e outros programas desenvolvidos por ONGs ambientais que são oferecidos aos colégios.


1 comment:

Bibi Vergueiro said...

Responsabilidade Social na escola com certeza fará com que os alunos virem cidadãos mais responsáveis, solidários e isso contribuirá para uma sociedade melhor no futuro. http://www.redefap.com.br/index.php/rede/groups/viewgroup/7-poder-local--sustentabilidade--responsabilidade-social-